Não precisamos, necessariamente, de alguém. Estar sozinho também é estar completo.


Fonte: osegredo

Mas quem disse que para sermos felizes precisamos, obrigatoriamente, de alguém? Tolice!

Enquanto não formos o melhor de nós para nós mesmos, nunca seremos o melhor de nós para alguém. Viveremos atrás de alguém, e esse alguém não bastará. E aí partiremos para outra, e encontraremos o mesmo problema, e assim sucessivamente.

E tudo isso se tornará um ciclo vicioso e nós nos tornaremos destruidores ambulantes de corações. O nosso coração tornar-se-á preguiçoso, e nunca vamos conseguir ver o problema óbvio: nós mesmos.

Muitas vezes nós somos o obstáculo para nossa felicidade. Enquanto procurarmos encontrar em outras pessoas o que precisamos achar dentro de nós mesmos, nunca seremos plenamente felizes. Iremos sempre sair de um relacionamento a dizer que “faltou algo”, ou que o “sentimento não cresceu como deveria”, quando, na verdade, o que falta somos nós mesmos.

O que falta é o nosso discernimento para nos tornarmos inteiros, alguém sem necessidade de estar com outra pessoa, mas que está com a outra pessoa porque quer.

E quando finalmente conseguimos ver que sozinhos somos inteiros, e que um final feliz nem sempre inclui um outro alguém, que às vezes inclui somente nos aceitar, a nos bastar e nos tornarmos a nossa melhor versão a cada dia, é aí que estaremos prontos para ser dois.

Afinal, ninguém quer metades. Então, que olhemos para nós mesmos, para bem dentro de nós, e nos perguntemos: O que estou a fazer? Por que é que estou num relacionamento? Por carência? Por não estar tranquilo comigo mesmo? Por vaidade?

Fonte: pixabay

Pois bem, tenho a resposta para suas indagações: enquanto você caminhar pelos corações alheios à procura de se satisfazer, unicamente, você nunca será completamente feliz.

Resolva-se! Encontre-se! Complete-se primeiro. E, depois, dê o melhor de si a alguém.

Porque, nem de longe, nem de perto, o nosso final feliz pode se resumir a sanar lacunas que nós mesmos devemos preencher.

Fonte: osegredo


Gostou? Compartilhe com os seus amigos!

0

Deixei seu comentário